quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Faláfel


O ócio é a oficina do capeta. No meu caso, ócio é meio que uma ordem: "vá para a cozinha!" O que pra mim não deixa de ser a oficina do capeta, já que fazer comida e comer me faz engordar fácil!!!!!

Pois bem, chega de reclamar, agora está feito, comido e aprovadíssimo!

 

Ingredientes:

300 g de grão-de-bico  (que ficou de molho em água por 24 horas e foi bem escorrido) Não retirei a casca pois segundo meu cunhado,  médico, é a parte mais  importante do grão de bico - fibra!
1 batata (+/-250 g) crua, ralada em ralo grosso e  bem espremida (para retirar o líquido)
1 cebola ralada e espremida
2 dentes de alho bem amassados
1 colher (chá) de cominho em pó
1/2 xícara (chá) de coentro picado
3 colheres de sopa de zahtar
sal e pimenta-do-reino branca moída a gosto
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
óleo o suficiente para fritar


Modo de preparo:
Num processador coloque grão-de-bico (que ficou de molho em água por 24 horas e depois escorrido) e processe até virar uma massa.
 

Transfira para uma vasilha e junte batata crua, ralada em ralo grosso e espremida despreze o líquido), cebola ralada e espremida, alhos bem amassados, cominho em pó, coentro picado, sal e pimenta-do-reino branca moída a gosto o zahtar e bicarbonato de sódio. Misture muito bem.

Logo em seguida, com o auxílio das mãos, faça bolinhos não muito grandes e frite-os em óleo não muito quente (150ºC a 160ºC) para cozinhar por dentro e dourar por fora.
 
 
Sirva com molho de iogurte ou molho de tahine.

O segredo é escorrer/espremer bem  os ingredientes para que a massa não fique molenga/molhada. 

O marido aprovou!

domingo, 26 de setembro de 2010

DECORATED SUGAR COOKIES

THE DARING BAKERS SEPTEMBER 2010 CHALLENGE


The September 2010 Daring Bakers’ challenge was hosted by Mandy of “What the Fruitcake?!” Mandy challenged everyone to make Decorated Sugar Cookies based on recipes from Peggy Porschen and The Joy of Baking.

O desafio deste mês, era fazer Sugar Cookies e decorar com o tema  "Setembro". O que setembro representa para cada participante.

O importante era fazer os Cookies da receita, e decorar com Glacê Real e o que mais se preferisse.

Setembro é o aniversário da minha irmã Fernanda, que é bióloga e o início da Primavera ou Outono dependendo de onde você está no mundo.

Assim, fiz os cookies da receita, trocando o extrato de baunilha pelo extrato de laranja e decorei  usando Glacê Real de base para pintura.
Pintei usando as técnicas de pintura coreana que aprendi e uso nos meus quadros.

Com chá, ficam uma delícia!

 





Gostam da brincadeira?  Foi bem divertido fazer!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Pão de Fécula de Batata

Eu e as batatas. 
Pelo jeito estou desenvolvendo uma relação fixação pelo pão com e de batatas, mas hoje estou feliz com o resultado!!
O que mais tem no supermercado aqui é fécula; de batata, de batata doce, de arroz, de milho...  
O nome aqui é starch. 
Outro dia comprei um pacote de "potato starch" e decidi que ia fazer pão com aquilo. Na minha cabeça era pão de batata, mas nunca tinha lido ou me interessado por ele antes, então nem me passava na idéia de que ia batata "em pessoa" na receita. Eu decidi que ia fazer um, que não incluísse a "batata em pessoa"!
Cata uma receita daqui, outra dali e nenhuma me agradou... 
Decidi inventar!

Pão de Fécula de Batata


Fui jogando na batedeira, conforme "baixou a inspiração" (ainda bem que resolvi escrever enquanto fazia)

- 1 xícara  de fermento de batata (+ 1 colher de chá de fermento seco, porque meu fermento de batata parecia meio fraco)
- 2 colheres de sopa de açúcar
- 1 colher se sobremesa de sal
- 1/2 xícara de óleo de oliva
- 350 gramas de potato starch (fécula de batata)
- 200 gramas de margarina
- farinha de trigo até dar o ponto (uns 800 gr mais ou menos)

Deixei sovar até ficar lisa. Tirei da batedeira e sovei na mão, já fazendo os pãezinhos.
Deixei crescer até dobrar de tamanho e assei por uns 40 minutos em fogo médio (180ºC)

Com o que sobrou da massa, fiz um pão recheado com zahtar e queijo. Abri a massa com pouco mais de 1 centímetro de espessura, espalhei o zahtar e três fatias finas de queijo Norvégia (um tipo mussarela que trouxemos da Noruega. Fiz uns cortes no pão, só pra ficar bonitinho; assei logo depois que retirei a primeira fornada.



Só posso dizer:  Huuuummmmmmm  mais que delícia! Trilícia!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

domingo, 12 de setembro de 2010

Chuseok

No dia 22 de setembro (o feriado é de 21 a 23/09), será comemorado o Chuseok aqui na Coréia.  É a comemoração da colheita, sempre no 15º dia do 8º mês lunar. Uma espécie de Dia de Ação de Graças, onde os coreanos voltam a suas cidades de origem (um dia pra ir, 21), comemoram a nova safra com os familiares e antepassados fazendo piquenique ao lado dos túmulos nas montanhas, usam roupas novas, geralmente  os tradicionais Hanboks, dia 22) e voltam no outro dia (23). 

Pra eles é também época de trocar presentes, que quanto mais caros, maior é a estima que eles demonstram pela pessoa que recebe. Outro ponto interessante é que a maioria dos presentes é artigo de uso pessoal ou comida, reminiscências de uma época pós-guerra, onde estes produtos eram raros e caros.

Todas as lojas estão oferecendo "kit's" presente. Fotografei alguns de carne pra mostrar:

Essa carninha (2,7kg) custa só o equivalente a R$ 350,00

Que tal R$ 140,00 por 2 kg de Mocotó?


E este 1,8kg de peito bovino extremamente gorduroso vale R$ 155,00?

Não esqueça também que TUDO fecha no dia 22, então, prepare-se para enfrentar correria ao supermercado antes, um trânsito infernal nos dias 21 e 23, e absolutamente nada pra fazer nos dia 22!

sábado, 11 de setembro de 2010

Pão com fermento de Batata - Fase 4 - O pão

Hoje de manhã (11h) assei o bendito.  Ele dobrou de tamanho, ficou uma delícia, mas não ficou igual ao que eu me lembro que meu pai fazia.

 A textura

Não ficou bonito como eu me lembro...

Agora vou "consultar as bases" (mãe) pra ver o que eu posso ter feito de errado. 

Lógico que vou refazer, sou teimosa!

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Pão com fermento de Batata - Fase 3

Agora de manhã, antes das 8h o pão estaava crescido. Então sovei novamente e modelei os pães.

 Lá atrás na foto, o novo fermento já com todo gás.

Aguardemos o crescimento para assar.  Teremos pão fresquinho pro almoço, eba!!

Pão com fermento de Batata - Fase 2

Aqui são 3 horas da manhã e eu levantei pra fazer o pão.  



Coloquei mais 3 colheres de açúcar, uma de sal, 2 de manteiga e farinha até atingir o ponto (desgruda das mãos sem ficar duro).  

Vou voltar a Dormir e quando acordar, farei os "pães" propriamente ditos!

(espero não ter incomodado os vizinhos)

Pão com fermento de Batata - Fase 1

Me deu saudades do pão que o meu saudoso pai fazia, (Seu Divo deve estar fazendo sucesso cozinha do céu) e resolvi tentar fazer igual.

É um processo demorado, porque você precisa esperar a fermentação natural da batata, mas o sabor do pão fica completamente diferente.

Hoje de manhã (as 9h aproximadamente) eu eu comecei  a "semente" a partir do zero. 
Ralei duas batatas inglesas médias no ralo grosso, depois passei no processador pra ficar bem moída,  (você pode ralar no ralo fino também) ;
acresci 3 colheres de sopa de açúcar,
uma colher se sopa de sal e
uma xícara de água morna (+ pra quente).
Coloquei também uma pitadinha, (coisa de 1/8 de colher de chá) de fermento seco pra dar o primeiro empurrão.
Mas se você não tiver fermento em casa e as batatas forem boas, pode fazer sem, só vai demorar algumas horas a mais pra ficar pronto a primeira "semente".


A origem.

De tarde, depois das 4 horas,  ele já tinha fermentado e crescido bem, e fiz a primeira "quebra".  Mexe-se todo o conteúdo e despeja fora 2/3. Como quero o sabor natural, não usei essa primeira fermentada.

A primeira fermentação.

Refiz o processo (ralei a batata, moí, adicionei sal e açúcar e 1 xícara de água) e adicionei  ao 1/3 que guardei  da primeira semente, misturando bem. As 9 da noite já havia crescido novamente, então fiz a primeira etapa do pão.

Misturei tudo, mexi bem e usei 2 xícaras desta mistura pra começar o pão. É só adicionar uma parte da farinha que vai usar, formando um creme mole e deixar fermentar novamente.



O Restante é a "semente" que fica pra fazer mais fermento e o próximo pão.


Amanhã a continuação e o resultado!
(acho que vou ter de levantar de madrugada se não quiser ver o fogão todo melado....  O trem tá crescendo que só!)

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Se preparando para "ficar em casa"

Chovendo desde ontem por conta de mais um "tufinho" (eles exageram e chama de tufão!) que deve  passar aqui por cima amanhã, (não preocupem, nada de pânico, é só uma tempestade tropical) e juntando a fome com a vontade de comer, fui pra cozinha e fiz o Pão de alho e azeitonas  e Waffles de pão de queijo (eu sei mineira Kris, você via arrepiar quando ler isto, pode chamar de waffle de queijo) do Blog da Renata.  Quem vem me visitar? hehehehe 
Este pão é um espetáculo!!!!!!  Ainda não abri, mas pelo visto ficou booommmmmm!!!

Estes eu fiz, já comi uma parte (estão deliciosos!!!)  e congelei o restante!!!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Melancias no jardim

Voltamos de férias na semana passada e tinha uma feliz surpresa no jardim. Uma semente de melancia lançada sem querer resolveu crescer e frutificar. Será que ainda comeremos melancia este ano??


Tomou conta do jardim!

Opa, parece que "habemus melancias"

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Budapest Cake II

Eu já havia postado aqui sobre ela, porque me impressionou muitíssimo.  Ontem a Sandra, fez sua festa de aniversário (seria em 05/09), e me animei em fazer uma, duas receitas pra testar. A original, já que eu tinha o vanilla sauce noruegês e uma sem, só com extrato de vanilla, pra saber se outros povos além de quem tem acesso a Noruega também pode fazer.  Ainda me falta testar com algum pó para preparo de flan ou algo do gênero.


Feito com vanilla sauce a cor muda, fica amarelinho 
e a textura parece de um pão de ló fofíssimo.

O Vanilla sauce original norueguês 
(que pode ser substituído por 20 gr de Cremogema)

 Sem o creme fica branco, a textura muda pra merengue mole, 
mas o sabor ainda é bom.



Budapeste cake é simples de fazer:

Pré aqueçca o forno a 170 ºC.
Bata 6 claras de ovo + 3 xícara de açúcar até ficar bem firme. 
Adicione um pacote de vanilla sauce (sem preparar, só o pó) e misture bem. Pode misturar na batedeira mesmo.
Coloque papel manteiga no fundo de uma forma lisa e espalhe a massa .
Em seguida, polvilhe as amêndoas fatiadas em cima e leve para assar por 20 minutos no forno aquecido em 170 ºC.
Quando o bolo está assado, vire sobre outro pedaço de papel manteiga e coloque sobre uma grade pra esfriar. Depois de frio espalhe uma  camada de creme chantilly  (sem açúcar se você gosta menos doce)  e uma fina camada de abricos  emcalda picados e mais ou menos drenados sobre o bolo.
Faça então  um rocambole e deixe a parte da abertura para baixo.
Decore com mandarinos ou abricós desidratados.

Ainda vou procurar algum substituto para o vanila sauce. Se alguém souber e me enviar dicas de algo que possa ser usado eu agradeço.

Vou esperar o feedback de quem provou ontem.

PS:  Amadeu Ito, um alquimista de plantão me lembrou de ler os ingredientes do pacotede Vanilla Sauce. Amido de milho, açúcar, aromatizante, corante. Tudo isso em 19g.  Mais umas informações pra achar um "clone" por aí.

*****Amadeu deu as dicas e podemos substituir o Vanille Sauce por 20 gramas de Cremogema !!!!